Quedas de Guia

quedas03

Até para cair é importante ter um bom posicionamento!

Quando estiver guiando pense também numa possível queda. Não para ficar mais nervoso, mas para prevenir chocar-se contra um platô, por exemplo. Quando o guia cai, o tamanho da queda não é só duas vezes a distância que o separa do último grampo, podendo chegar a três vezes esta distância, por causa da elasticidade e da folga da corda.

Se você acha que tem chance de aterrissar no chão ou em algum platô, peça ao participante que fique atento e não deixe folga excessiva na corda. Isso vale principalmente nas primeiras proteções das vias. Se você cair pouco antes da segunda proteção e seu parceiro tiver deixado muita folga na corda, pode acontecer de você ir direto para o chão. Em algumas situações, mesmo que você caia chegando a terceira proteção, também pode bater no chão devido o excesso de corda. Fique atento e explique a situação para o seu companheiro.

quedas02

Uma queda de guia pode chegar a três vezes a distância do último grampo.

Outra coisa importante é conhecer o seu parceiro de escalada, pois muitos dos casos de pé torcido em quedas de escaladores são causados por erro de quem dá segurança. Portanto, não fique atento somente as suas manobras, supervisione também as do seu assegurador. De tempo em tempo olhe para ele para verificar se está alerta, se deixou muita folga ou se soltou a mão da sua corda.

Cuidado na hora de costurar a corda no mosquetão. Cair com a corda na mão, ou seja, momentos antes de fazer a costura, geralmente termina em uma queda grande, porque há uma grande folga na corda e, provavelmente, também no freio de quem dá segurança. Para evitar quedas assim, você pode subir um pouco mais, até o baudrier ficar na altura da proteção. Neste momento, consegue-se clipar a corda na proteção sem que praticamente haja folga na corda. É preciso avaliar cada lance, porque nem sempre é fácil fazer isso.

Resize of Guiando - 55c

Quedas com a corda na mão são sempre grandes, portanto cuidado!

Também é importante para o escalador saber desescalar, pois é algo de que vai precisar quando errar a via ou quiser voltar para passar um determinado lance de outra maneira. Cada metro desescalado representa dois metros a menos de queda. Como qualquer fundamento da escalada, é possível treinar a desescalada, de preferência em top rope e com a corda frouxa.

quedas04

Cuidado também com folgas excessivas na corda.

Extraído do livro Escale Melhor e com Mais Segurança.

Reprodução de fotos, desenhos e textos, somente com autorização prévia.