Manutenções na Urca.

30 mar, 2013 | Atualizações, Notícias

0 Flares 0 Flares ×

Em 2012/2013 algumas vias das montanhas da Urca tiveram seus grampos trocados. Foram mais de 65 grampos ao todo. Alguns destes grampos foram trocados por estarem corroídos, outros porque estavam mal colocados e alguns por serem peças de inox e estarem próximas ao mar ou por serem muito antigos.

grampo-hamoniaManutenção nos Coloridos

Em abril de 2012, Flavio Leone, trocou os grampos corroídos da segunda parada da via Preto no Paredão dos Coloridos e mais alguns grampos da via.

No início de novembro de 2012, Pedro Bugim e Maria Fernanda, com grampos cedidos pela FEMERJ, trocaram 7 grampos na via Três Patetas, no Paredão dos Coloridos, no Morro da Urca. Alguns grampos da via estavam bem precários, mas o que mais impressionou foi que um deles foi retirado inteiro do buraco sem muito esforço! Não é o que se espera de um grampo, nem do escalador que bate um grampo. Lembrando que este é um procedimento de grande responsabilidade e que só deve ser realizado por escaladores com experiência em bater grampos.

Pouco depois Pedro Bugim trocou também 10 grampos de inox e 4 de aço carbono deteriorados ou com muitas palhetas, por novos de aço carbono galvanizado de 1/2 polegada, na via Vermelho. Segundo Bugim “os grampos com palhetas saíram com facilidade absurda”.

Manutenção nos Tetos do Pão de Açúcar

Em setembro de 2012, Flavio Leone, trocou também os grampos corroídos da segunda parada da via Harmonia Sativa nos Tetos do Pão de Açúcar.

Manutenção na Coringa

No início de novembro de 2012, Pedro Bugim e Maria Fernanda, com grampos cedidos pela FEMERJ, trocaram 10 grampos na via Coringa, na face sul do Pão de Açúcar. Foram inclusive trocados os antigos grampos de 3/8 por novos de 1/2 polegada e todos os grampos que eram de inox. Um destes grampos de 3/8 foi retirado do furo com “pouquíssimo esforço” segundo Pedro Bugim.

Manutenção na Ás de Espadas

Ainda em novembro de 2012, foram trocados 7 grampos de aço inox e 3 de aço carbono, por novos grampos de aço carbono galvanizado de 1/2 polegada na via Ás de Espadas, na face Sul do Pão de Açúcar. Trabalho realizado por Pedro Bugim com grampos doados pela FEMERJ.

Manutenção na via Bohemia Gelada e Chaminé Pão de Açúcar

Também em novembro de 2012, foram trocados 5 grampos de aço carbono, já bem deteriorados, por novos de aço carbono galvanizado de 1/2 polegada na primeira metade da via Bohemia Gelada e na segunda metade da via Chaminé Pão de Açúcar. Manutenção feita por Pedro Bugim com a ajuda de Maria Fernanda e Rodrigo Taveira, com grampos doados pela FEMERJ.

Manutenção na face norte do Morro da Urca

O primeiro grampo da via Augusto Ruschi na face norte do Morro da Urca foi trocado e reposicionado pouco mais de 1 metro para a direita. O deteriorado grampo antigo encontrava-se há muito tempo encoberto pela vegetação e não era encontrado por muitos escaladores. O grampo novo está fora da vegetação e na mesma altura.

O primeiro grampo da via Capitão Virgulino, na mesma parede, que estava com dois dedos para fora do buraco também foi trocado. Este grampo esta no lance de VI grau da via.

Já na via Yuri Gagarin foi trocado um grampo de 3/8 que protegia o lance chave da via (VIIa) e estava torto devido a sucessivas quedas dos escaladores. As trocas acima foram realizadas por Flavio Daflon em fevereiro de 2013.

Manutenção no Morro da Babilônia

Em fevereiro de 2013, Pedro Bugim esteve na via Soleil, no Morro da Babilônia, fazendo a manutenção da primeira parte desta via, as duas enfiadas até o grande platô de mato. Foram substituídos 12 grampos de 3/8, um grampo de 1/2 de inox e um grampo de 1/2 de aço carbono, este último, com três dedos pra fora. Com a troca destes 14 grampos, por outros novos de 1/2, em aço carbono galvanizado, a via passa a possuir proteções em bom estado até o grande platô de mato. Na parte superior, ainda existem 6 grampos em estado desconhecido.

Manutenção na Pedra do Urubu

Pedro Bugim, Julio Mello, Ana Paula, Kika e Delson Queiroz fizeram um pequeno mutirão de regrampeação na Pedra do Urubu em dezembro de 2012. No dia 10 de março de 2013, Pedro Bugim e André Ilha, fizeram novas regrampeações. Todas as seguintes manutenções foram realizadas:

1) Aresta do Urubu: todas as proteções foram trocadas por proteções químicas de titânio, inclusive o top rope. Todos os grampos antigos foram removidos, sendo que falta tirar uma chapa;
2) Speed: todas as seis proteções foram trocadas por proteções químicas de titânio, inclusive o top rope. Todos os grampos antigos foram removidos.
3) Urubunda: duas chapeletas trocadas por grampos de titânio e o top rope foi duplicado com titânio.
4) Os seguintes tops:
a) 1 titânio para Aresta,
b) 1 titânio para Urubu Rei e Urubunda + 1 grampo galvanizado
c) 1 titânio para Speed + 1 grampo galvanizado
d) 1 titânio para Sacana
e) Dupla de galvanizado no Alemão, Carniça, Urubu que Voa, Diedro + Urubifa e Urubu Mestre.
f) Simples galvanizado no Sangue e Bacana

Obs:
a) Falta ainda trocar algumas proteções de inox.
b) Os grampos galvanizados são doados pela Femerj pelo GT manutenção de Vias.
c) Agradecimento ao André Ilha que gentilmente emprestou seu kit titânio (cola, brocas, etc) e disponibilizou 8 grampos de titânio do seu estoque para aquisição da Femerj.
d) A manutenção seguiu as recomendações do GT inox, para proteções fixas à beira mar, e está sendo elaborado um relatório com mais informações sobre as manutenções realizadas.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navigation Menu