Atualizações Guia Itacoatiara

0 Flares 0 Flares ×

morro-do-telegrafo-via-emil-mesquita-04Esta é a página de atualização do Guia de Itacoatiara. O Guia de Escaladas de Itacoatiara traz mais de 50 croquis selecionados entre as melhores vias da região, além de vários mapas e fotos. Todos os croquis do livro foram desenhados pelos autores e estão no padrão do Guia da Urca e do Guia da Floresta. Algumas das vias que ficaram de fora desta seleção estão abaixo, como forma de complementar o livro.

Quando tivermos notícias de vias novas, trocas de grampos, correções de croquis e sugestões, publicaremos aqui nesta página. Veja também fotos das vias de Itacoatiara em nossas galerias.

Aproveitamos e lhe convidamos a fazer comentários sobre qualquer uma das vias do livro ou nos informar sobre novas vias. Você pode dar dicas, sugerir a graduação, comentar sobre a situação dos grampos, sobre a descida, nos informar sobre algum dado impreciso ou incorreto, enfim, o que você achar relevante para melhorarmos os croquis. Entre em contato conosco e dê sua opinião. Ela será útil para a próxima edição do Guia de Itacoatiara.

Observação: os croquis abaixo não foram desenhados pela Companhia da Escalada, portanto não podemos garantir a precisão das informações. Compare o croqui com o que você vê na rocha e nunca substitua seu próprio bom senso e experiência pelas informações contidas nesses croquis.

 

Morro do Tucum 

1) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Feliz Aniversário.

2) Traçado da via Escritório Aéreo.

3) Traçado da via Soluços e Tremedeiras.

4) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Rampa de Bode.

5) Croqui original da via Chang Wei.

6) Croqui original da via Na Bunda do Costão.

7) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Tensão Hamônica.

8) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Desarmonia.

9) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Desarmonia Tensa.

10) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Olha Lá.

11) Croqui original da via Se Der Mole o Mar Engole.

 

Morro do Telégrafo

1) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Fenda Anal.

2) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Festa na Floresta.

3) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Desapego.

4) Croqui do antigo Guia de Niterói da Falésia do Telégrafo.

 

Alto Mourão 

1) Croqui original da via Air Traffic Control – Atc.

2) Croqui original da via Seleção Natural.

3) Croqui do antigo Guia de Niterói da via CEG 30.

4) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Nove Vidas Uma Via.

5) Croqui original da via Um Elefante Quente Incomoda Muita Gente.

6) Croqui original da via Paredão Eldorado.

7) Segundo email de Deyvisson Bastos as chapeletas na via Oswaldo Pereira no Alto Mourão encontram-se bastante oxidadas, em especial 4 delas. Deyvisson comunicou o clube responsável pela via. Esta via altera proteções em grampos e chapeletas em aço comum.

 

Córrego dos Colibris 

1) Croqui original da via Fogo do Inferno.

2) Croqui original da via Mabele Reis.

 

Morro das Andorinhas

1) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Lucia Ladeira.

2) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Caminho do Bonsai Perdido.

3) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Guerrilha Mental.

4) Croqui do antigo Guia de Niterói da via Conexão Guerrilheira.

 

Mirante do Carmo

1) Croqui original da via Bruno Silva.

2) Croqui original da via Golpe do Cartão.

 

Atenção:

Algumas vias de Itacoatira possuem grampos de aço inox. Já é notório o caso de dois destes grampos que partiram estando ao lado do mar. Chapeletas de aço inox também se partiram a beira-mar em outras partes do mundo. Mesmo em vias afastadas do mar, a recomendação é que uma cordada nunca deve depender exclusivamente da segurança de apenas 1 (um) grampo inox, por exemplo no caso de rapel ou numa parada. Aliás, qualquer proteção fixa é duvidosa, deve-se pensar sempre num backup. Para sua segurança é vital o escalador saber identificar visualmente um grampo de aço inox. Há um artigo no site da Femerj sobre a substituição de grampos inox por titânio, veja aqui.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navigation Menu